Foz do Iguaçu. Patrimônio Natural da Humanidade.

Foz do Iguaçu. Patrimônio Natural da Humanidade.

 

Cataratas do Iguaçu.

Considerada Patrimônio Natural da Humanidade, as Cataratas do Iguaçu é uma das viagens mais bonitas que você pode fazer em sua vida. O local de exímia beleza atrai visitantes de todos os lugares do mundo, sendo o segundo mais visitado no Brasil por estrangeiros – apenas atrás do Rio de Janeiro.

 

imagem-de-cataratas

 

Localizada na fronteira entre Brasil e Argentina, as Cataratas do Iguaçu é um conjunto de cerca de 275 quedas de água no rio Iguaçu (na Bacia hidrográfica do rio Paraná). Divida entre o Parque Nacional do Iguaçu, Paraná, no Brasil, e o Parque Nacional Iguazú em Misiones, na Argentina, a área total dos parques nacionais chega a 250 mil hectares de floresta subtropical.

 

O seu nome tem origem nas palavras Tupi ou Guarani y (ɨ, água) e ûasú (waˈsu, grande). Reza a lenda que um deus planejava se casar com uma bela mulher chamada Naipi, que fugiu com seu amante mortal Tarobá em uma canoa. Com raiva, o deus cortou o rio, criando as cachoeiras e condenando os amantes a uma queda eterna.

 

O agora destino de milhões de viagens foi descoberto pelo conquistador espanhol Álvar Núñez Cabeza de Vaca, em 31 de Janeiro de 1542. Posteriormente, uma das quedas d’água do lado argentino foi nomeada em homenagem ao desbravador. Posteriormente, as quedas foram redescobertas por Boselli já no final do século XIX, o que o rendeu uma homenagem nomeando uma das quedas da Argentina com seu nome.

 

imagem-de-passarela-com-turistas-observando-as-cataratas

Passarela de Observação

 

No lado brasileiro, as Cataratas do Iguaçu são próximas do município de Foz do Iguaçu. Cidade com cerca de 300 mil habitantes, Foz do Iguaçu é caracterizada pelo turismo e sua diversidade cultural. Ao todo, segundo a prefeitura da cidade, são mais de 80 nacionalidades que compõem sua população, sendo que as mais representativas, fora a brasileira, são oriundas do Líbano, China, Paraguai e Argentina. A cidade sobrevive do comércio e do turismo.

 

Para chegar ao local, existem dois aeroportos internacionais perto das Cataratas do Iguaçu: o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu (IGU), do lado brasileiro, e o Aeroporto Internacional Cataratas del Iguazú (IGR), do lado argentino.

O aeroporto brasileiro se encontra a cerca de 17 quilômetros das Cataratas do Iguaçu e das cidades vizinhas de Foz do Iguaçu, sendo que o está a 21 quilômetros de Puerto Iguazú, na Argentina. A LAN Airlines e a Aero líneas Argentinas tem voos diretos a partir de Buenos Aires. No Brasil, várias companhias aéreas brasileiras (como a TAM, Gol e Azul) oferecem serviços das principais cidades brasileiras até Foz do Iguaçu.

 

imagem-das-cataratas

 

Para acessar o local, o visitante tem duas opções. No lado brasileiro, pode-se pegar uma passarela ao longo do cânion com uma extensão para a base inferior da Garganta do Diabo. Há, ainda, a possibilidade de passeio de helicóptero, oferecendo vistas aéreas das quedas. Contudo, tal opção é permitida apenas no lado brasileiro, uma vez que são proibidas na Argentina.

Do Aeroporto de Foz do Iguaçu até o parque as melhores opções são o táxi ou ônibus. Para cessar o parque, há uma taxa de entrada de cerca de 58 reais para adultos e 9 reais para crianças. Já pela Argentina, o acesso às Cataratas é facilitado pelo Trem Ecológico, que leva os visitantes diretamente para a entrada da Garganta do Diabo, bem como as trilhas superiores e inferiores.

 

imagem-panorâmica-da-passarela

 

Contudo, o atrativo local não é apenas seu espetáculo a céu aberto. As quedas d’água estão próximas da cidade paraguaia de Ciudad del Este, famosa por ser o melhor local para fazer comprar na América Latina – uma vez que é a terceira maior zona franca de comércio do mundo (após Miami e Hong Kong).

Para saber mais sobre as Cataratas do Iguaçu, viste o site: http://www.cataratasdoiguacu.com.br/

 

Share This Post On
Booking.com

Deixe aqui seu palpite

Top SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline
%d blogueiros gostam disto: